COMUNIDADE TERAPÊUTICA

O crack prejudica também o feto?

O crack prejudica o desenvolvimento fetal por alterar a saúde física da mãe, e por passar à corrente sanguínea do bebê. Isso pode causar diminuição do fluxo de oxigênio para o feto, e baixo peso ao nascer, com graves danos ao sistema nervoso central e alterações nos neurotransmissores cerebrais. Também há maior risco de aborto espontâneo, hemorragias na mãe e no bebê, e trabalho de parto prematuro, além de diversas malformações físicas e dificuldades na amamentação.

Deixa seu Comentário

(0 Comentários)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *